Breve Histórico da AGMT

A Sociedade Goiana de Musicoterapia foi fundada no dia 26 de setembro de 1990 em uma reunião realizada às 20:00 na sala nº 08 do antigo Instituto de Artes da UFG, esta reunião foi o resultado de um movimento iniciado pelos alunos do Instituto de Artes que trouxe a Goiânia as Professoras Cecília Conde e Lia Rejane do curso de Musicoterapia do Conservatório Brasileiro de Música do Rio de Janeiro, que ministraram um curso intensivo de Musicoterapia à comunidade goianiense nos dias 4 a 6 de maio de 1990. O interesse despertado com este evento culminou na participação de 200 pessoas no VI Congresso Mundial de Musicoterapia no Rio de Janeiro acontecido nos dias 15 a 20 de julho de 1990.

Retornando à Goiânia, houve uma mobilização pela aluna Jaíra Perdiz a fim de organizar o grupo participante do Congresso e demais interessados para a fundação de uma Sociedade Goiana de Musicoterapia. Assim, no dia 22 de agosto de 1990 foi realizada a primeira reunião para discussão da importância desta sociedade e iniciar a sua concretização. Formou-se então uma comissão para elaboração do Estatuto de Fundação da referida Sociedade, a qual teve a Professora e Musicoterapeuta. Norair Fleury Patto como presidente.Várias reuniões aconteceram para elaboração deste estatuto, que foi apresentado no dia 26/09/90, quando também foi eleita a primeira diretoria que teve a Mt. Norair Fleury como presidente; o Dr. Luiz Carlos Pimentel como vice-presidente; Elzita de Melo Quinta como Secretária-executiva; Leomara Craveiro como tesoureira; Moema Craveiro como Diretora Cultural; Eliane Leão como Diretora Técnico-científica; Lenir M. Lima como Diretor de Relações Públicas. Nesta mesma reunião também foi escolhido o primeiro Conselho Científico da SGMT.

Em 2002, este estatuto passou por algumas alterações, porém manteve suas características básicas de constituição da SGMT como
"uma entidade civil, científica, cultural, independente, sem fins lucrativos sem caráter político-partidário ou religioso, com patrimônio
e personalidade distintos de seus associados". Tendo como objetivo e finalidade: congregar os profissionais, estudantes e pessoas afins, que se dedicam no Estado de Goiás às atividades clínicas, educacionais e artísticas que têm a música como seu esteio fundamental; defender a musicoterapia, preservando suas qualidades sociais; promover o desenvolvimento, aprimoramento e divulgação de assuntos musicoterápicos.

Deste modo percebe-se que a SGMT, hoje AGMT, nasceu da participação efetiva de pessoas que acreditaram e trabalharam em prol da divulgação e reconhecimento da musicoterapia em Goiás, e é assim também, com participação de todos os musicoterapeutas goianos, que ela irá crescer.